segunda-feira, 4 de novembro de 2013

O ENVELHECER DO SÉC XXI (vídeo com música no final) - Por Patrícia de Cássia Oliveira

O ENVELHECER DO SÉC XXI




Muitas são as questões nos remetem a pensar na chamada velhice.
   
O passar do tempo cronológico, lembra-nos o avanço de nossa existência. As mudanças físicas e mentais ocasionadas por marcas existenciais que sempre existirão; são consequências de nossas vivências, circunstâncias e fatos ocorridos que nem sempre temos como mudar ou reconstruir seu significado.

O Famoso “bisturi”, muda a estética, mas, não muda a essência, o interior de cada um de nós. Lamentável (e isso é assim para mim) convivermos com o consumismo estético, enquanto os valores morais nem entram em  questão. Esses ficam cada vez mais fora de moda.

 A Indústria de cosméticos nos rótulos de seus produtos, não indicam contraindicações.....Mas estas aparecem nas entrelinhas, pois fazem acreditarem cada vez mais, que todas as marcas do tempo, serão apagadas, como se faz com uma borracha escolar!!

Aí me pergunto, nossas bagagens de anos afora, vão para aonde? Num mundo em que nada disso é importante!!! A maturidade, sabedoria que adquirimos no caminho, são aplicáveis pra quem e onde? Quando dizemos algo aos adolescentes ou aos  jovens logo escutamos: isso é passado, não se usa  mais, quando dizem aquela expressão” que a maioria dos idosos detestam: isso é coisa de Velho!!

Chego a pensar e a perceber cada vez mais, que tudo isso, nessa caminhada servirá única e exclusivamente para cada um de nós. Pois é algo singular....O que é para mim, as vezes não é para o outro. Porém ambos são respeitáveis. Atualmente estamos vivendo cada vez mais, a expectativa nos mostra que vivemos 70, 80, 90 anos  e até mais. E até com uma certa qualidade de vida!!!

Mas, devemos estar atentos e não devemos  utilizar aquele pré-juízo: ”Ficou idoso (velho) volta a ser criança de novo”!! Se uma das características dessa faixa etária são sabedoria e maturidade. Por que não continuar a colocá-las em prática? Uma boa leitura com um grupo de amigos, onde ocorra uma troca producente de conhecimentos. Bons eventos, como teatro, filmes, palestras, esporte enfim.....eventos prazerosos e saudáveis.

Sem nos deixarmos cair no ridículo, como vejo ( novamente digo que isso é assim pra mim) em muitos por aí! Enganando-se com algo que chamo em clínica: “Adolescência Tardia Permanente”, ou seja: o não aceitar do passar do tempo..incluindo desde a estética física, look, (roupas) e expressões que cada vez mais vão vulgarizam a pessoa, nesta etapa da vida, achando que são o máximo! Termo usado atualmente pelos adolescentes...

O fato de serem aposentados, terem seus direitos supostamente garantidos, na maioria das vezes não significa que sejam inativos ou incapazes. A sabedoria se aplica no aprendizado constante de se saber que o hoje não será como o amanhã e assim sucessivamente...E que a cada dia se descobrir com novos encantos propícios do tempo. Vale salientar que com tantos anos, ainda pela frente pode-se fazer muito, de maneira saudável, construtiva e deixando sempre bons exemplos aos nossos jovens!!!!




Dra.Patrícia de Cássia
Profª  e Filósofa Clínica