terça-feira, 16 de julho de 2013

DIA DO HOMEM - por Deusemi Gomes Ferreira Jr.




DIA DO HOMEM 


Hoje fiquei pensando, refletindo e por todo o dia fui recolhendo fragmentos, que 
agora reúno aqui. Hoje é comemorado no Brasil o dia do Homem. Tá certo que as mulheres são muito mais importantes do que nós, e pra elas tem todo um glamour na comemoração do 08 de março...rsrs. Entendo e apoio. Mas eu gostaria de, nesse 15 de Julho, refletir com você a importância dessa comemoração, o dia do Homem. 

Ser Homem não é ser macho, não é sair batendo boca no transito, nem tampouco ir ao estádio pra brigar. Ser homem não é bater em outro, muito menos em outra. Ser homem com os filhos não é se impor pelo medo, mas conquistar com o cuidado e a firmeza necessários na formação deles ou delas. Pra ser homem não precisa ser bruto, estúpido. Homem chora sim, se emociona, tem sentimentos, home não precisa engolir o choro, pode e deve chorar. Ser Homem com H MAIÚSCULO é pra poucos. E nesse tempo onde querem impedir mulheres de serem mulheres e homens de serem homens, onde a moda é mudar de sexo, como se isso fosse algo simples e natural, onde querem impedir os pais de educarem seus filhos na heterossexualidade, à custa de leis, quero dizer pros adolescentes, jovens, que crescem para construir uma sociedade mais justa do que essa que está aí: NUNCA, A MULHER SUBSTITUIRÁ O HOMEM E VICE VERSA. PARA HAVER FAMÍLIA TEM QUE HAVER HOMEM E MULHER; E PRA QUE HAJA VIDA, TEM QUE HAVER HOMEM E MULHER, QUER QUEIRAM OU NÃO. Sou o homem mais feliz do mundo, me sinto mais vivo na minha família, tenho a honra de ser filho, esposo e pai. Recebi valores que me fazem Homem, cheio de limites, mas Homem honrado, com H MAIUSCULO. Então vamos combinar assim, busquem direitos, tantos quantos acharem que os tem, mas não venha tolher os meus. Acredito na heterossexualidade e vou também defendê-la a partir de hoje com mais força, pra que amanhã eu não tenha o dissabor de me ver tolhido na minha liberdade, por força de lei.
Gostaria de ver nossos representantes católicos se manifestando como os pastores evangélicos. Onde estão? Por que não vem a público fortalecer o grito dos que são suas ovelhas.

Sei que esse post será polêmico, mas recentemente um deputado federal de São Paulo, eleito defendendo esses valores que acabei de escrever, decidiu mudar de opinião. Nem vou citar nome, pra não dar ibope. ‪#‎Incoerente. Pra mim o outro que grita todo dia no parlamento em favor dos homossexuais é muito mais digno, afinal foi eleito e permanece com seu discurso, que obviamente sou contra, mas representa uma parte da população que acredita como ele. Espero que o povo se lembre nas eleições do ano que vem. Não adianta dizer: “você não me representa”, o que de fato adianta é exigir respostas coerentes de quem lhe representa. Assim, termino essa reflexão, sem qualquer TV ou qualquer jornal distorcendo o que vou dizer. Viva a internet, viva essa ferramenta democrática, Facebook. E pra você que também é homem e ou filho e ou esposo e ou pai e se orgulha disso  ‪#‎ParabénsPeloDiadoHomem.